Estudo Danfoss mostra que gestão adequada da pressão gera redução considerável de custos

Economia de energia é um dos tópicos mais falados ultimamente na tentativa das empresas diminuírem gastos e serem mais sustentáveis, consequentemente obtendo maior lucro.

A dinamarquesa Danfoss, multinacional referência no fornecimento de equipamentos para Automação e Refrigeração, divulgou em junho de 2018 em seu site oficial um estudo que confirma que a gestão adequada da pressão em sistemas hidráulicos e fornecedores de água traz redução de energia. O artigo traz também as práticas adequadas e quais são as vantagens que o cliente vai obter ao utilizar tais recomendações em seu sistema.

Não controlar a pressão em seu sistema pode causar diversos problemas como:

  • Consumo desnecessário de energia;
  • Desperdício de água por vazamentos e/ou uso de quantidades desnecessárias;
  • Impactos da água por conta de picos de pressão, que podem danificar os canos;
  • Altos picos de pressão podem passar despercebidos devido a frequência limitada no monitoramento da pressão;
  • Bombas podem trabalhar à vazio se a pressão não for monitorada e controlada;
  • O sistema fora pode causar prejuízos devido a manutenções urgentes, que são mais caras.

Ao longo de todo o ciclo da água, a pressão tem um papel vital em garantir um fornecimento eficiente. Esse estudo provou como instalações próprias podem reduzir perda desnecessária de água e energia, evitando gastos que se convertem em números expressivos no final da conta. Grande parte das redes de distribuição de água possuem pressão maior que o necessário, e isso é uma constante em mudança em todo mundo.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

O estudo foi realizado em 112 zonas de pressão em 10 países diferentes, e revelou que em média, a pressão nas tubulações foi reduzida em 38% após o uso de equipamentos mais adequados e com a gestão e monitoramento corretos.

 

Os vazamentos de água também tiveram redução de 38% (mais de um terço), além de aumentar a vida útil das tubulações – com redução dos erros e reclamações. Ao mesmo tempo, o consumo de energia caiu em média, cerca de 30%, o que trouxe uma grande redução de custos para as concessionárias de água expostas ao estudo.

[...]a pressão nas tubulações foi reduzida em 38% após o uso de equipamentos mais adequados e com a gestão e monitoramento corretos.

Recomendações do estudo sobre a gestão adequada da pressão:

É crescente o número de OEMs e instalações que usam Transmissores de Pressão, Pressostatos e Inversores de Frequência para aumentar a performance nas aplicações, bombas e sistemas de bombas de reforço, e por isso recomenda-se que o planejamento da infraestrutura inclua sempre um plano de gestão eficiente da pressão.

Transmissores de Pressão e Inversores de Frequência Danfoss são peças-chave para a economia de energia e redução do desperdício de água ao longo do ciclo da água. Grande parte dos sensores Danfoss são usados para abastecimento de água e distribuição. Contudo, sensores Danfoss também tem papel importante no tratamento de água de resíduos.

Os Sensores de Pressão Danfoss têm papel importante na agricultura, onde são usados para irrigação. Também são muitos utilizados nas indústrias, nos sistemas de bombas de reforço. E finalmente, uma boa parte dos sensores são usados em estruturas comerciais e prediais para controlar a pressão da água. Com menos pressão no sistema, o fluxo pode reduzir expressivamente o desperdício de água e tornar o abastecimento mais eficiente.

Ao fazer a gestão da pressão no seu sistema, você:

  • Reduz a perda de água por vazamentos;
  • Tem menor risco de fortes impactos de água na tubulação;
  • Possui menor tempo de inatividade e interrupções por problemas;
  • Garante um risco mínimo de contaminação da água;
  • Gera economia de energia;

Pode ser relativamente custoso para fornecedores de distribuição de água colocar transmissores longe do sistema hidráulico, já que eles precisam de eletricidade e conexão de dados. Por isso, algumas instalações de água preferem Transmissores de Pressão alimentados por bateria com sinal wireless.

Porém, para evitar que as baterias acabem rápido, os transmissores ficam configurados para enviar sinais de dados apenas duas ou quatro vezes por hora. O problema com essa forma de coleta é que os picos principais de pressão no sistema passam sem serem monitorados, podendo causar estragos caso nenhuma medida seja tomada a tempo. Cada vez mais instalações de água percebem que Transmissores Eletrônicos de Pressão com monitoramento em tempo real permitem ação instantânea, e que esses transmissores se pagam ao longo do tempo, mesmo que o investimento inicial pareça ser mais elevado.

Cada vez mais instalações de água percebem que Transmissores Eletrônicos de Pressão [...] se pagam ao longo do tempo, mesmo que o investimento inicial pareça ser mais elevado.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a importância da gestão e monitoramento da pressão no seu sistema, está na hora de conhecer um pouco mais sobre os Pressostatos e Transmissores de Pressão da Danfoss e seus recursos diferencias. Se você enxerga que pode aprimorar o sistema de pressão da sua empresa, porém precisa de auxílio, fique à vontade em entrar em contato com a Elektra e conversar com um de nossos engenheiros, que irão entender sua estrutura e lhe recomendar a melhor solução.

 

Diga o que você precisa

Nosso time é feito por técnicos e engenheiros muito experientes. Vamos te ouvir e oferecer a melhor solução custo-benefício.